Visita de Jair Bolsonaro a Alagoas é marcada por protestos

 Visita de Jair Bolsonaro a Alagoas é marcada por protestos

 

 

 

Diante de um cenário caótico no país, do desgaste da ‘CPI da Covid’ e dos péssimos resultados em recentes pesquisas eleitorais, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, chegou na capital alagoana na manhã desta quinta-feira (13) para ‘inaugurar’ obras que já foram entregues à população. Por causa de seu oportunismo, Bolsonaro ganhou a alcunha de “engenheiro de obras prontas”.

A vinda de Jair Bolsonaro, que recusou por onze vezes as vacinas contra o novo coronavírus, atiçou a ira dos alagoanos. Centenas de pessoas se mobilizaram e bloquearam as vias de acesso do aeroporto Zumbi dos Palmares para Maceió, em ato de repúdio à presença de Bolsonaro. Para o presidente do Partido dos Trabalhadores, Ricardo Barbosa, “É um absurdo, um ato de cinismo e desrespeito a visita de Bolsonaro a Maceió, um presidente que é diretamente responsável pelas mais de 420 mil mortes. Um presidente que negou a vacina, enquanto fazia a campanha da Cloroquina”, afirma.

Nos pontos de protesto, a população deixou claro que a presença de Bolsonaro, principal responsável pela crise brasileira, é intolerável. Nas redes sociais, as hashtags #ForaBolsonaro e #ForaBolsonaroGenocida ganharam ainda mais repercussão. Fotos e vídeos do ato de repúdio ao presidente se espalham pelas redes sociais e ganham ainda mais engajamento ao longo do dia.

A agenda de Bolsonaro, em Alagoas, consiste em “inaugurar” o viaduto da PRF, em Maceió, obra entregue em dezembro de 2020 e que já vem sendo utilizada há cerca de cinco meses pela população. Jair Bolsonaro também irá ao trecho 4 do Canal do Sertão, em São José da Tapera, que já beneficia mais de 43 mil habitantes desde 2018, o Canal do Sertão tem como seus maiores financiadores os governos de Lula e Dilma.

 

Fonte PT Alagoas.

 

Digiqole ad

Matérias relacionadas