Rejeição a Bolsonaro é mais alta no Nordeste e chega a 62%, mostra Datafolha

 Rejeição a Bolsonaro é mais alta no Nordeste e chega a 62%, mostra Datafolha

Em sua campanha para reeleição em 2022, Jair Bolsonaro terá que enfrentar um alto índice de rejeição, especialmente no Nordeste, onde 62% dos consultados por pesquisa Datafolha disseram que não votariam nele de jeito nenhum no primeiro turno.

No país, a rejeição ao presidente é de 54%, ou seja, mais da metade do eleitorado, segundo o levantamento publicado nesta quarta-feira (12). Seu pior desempenho é no Nordeste, seguido por Sudeste (53%), Centro Oeste/Norte (49%) e Sul (46%).

O Datafolha mostrou que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) atualmente lidera a corrida eleitoral de 2022, com 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro. Num eventual segundo turno contra Bolsonaro, o ex-presidente levaria ampla vantagem, com uma diferença de 55% a 32%.

A rejeição a Lula é de 36%, segundo o levantamento. Os números são mais altos no Sul e no Centro Oeste, com 42%, chegam a 39% no Sudeste e ficam em 23% no Nordeste.


Fonte: Folhapress

 

 

Digiqole ad

Matérias relacionadas