Mais de 60% dos domicílios piauienses receberam auxílio emergencial em julho

 Mais de 60% dos domicílios piauienses receberam auxílio emergencial em julho

Cerca de 61,7% dos domicílios piauienses receberam auxílio emergencial durante o último mês de Julho. O percentual equivale a 576 mil lares. O dado faz parte da pesquisa PNAD Covid-19, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em Julho, o número de domicílios piauienses que receberam o benefício cresceu em relação ao verificado em maio, quando o percentual foi de 56%, e em junho, quando 60,8% tiveram acesso ao auxílio emergencial.

No Brasil, também houve aumento na quantidade de residências beneficiadas. O percentual passou de 38,7% em maio para 43% em junho e 44,1% em julho. Isso significa que, em julho, no país, 30 milhões de pessoas foram beneficiadas.

Apesar do aumento, o Piaupu saiu da 5ª maior posição quanto ao percentual de domicílios beneficiados para a 6ª colocação. Somente Amapá (68,8%), Maranhão (65,8%), Pará (64,5%), Alagoas (62,8%) e Amazonas (62,6%) tiveram valores superiores ao Piauí.

O rendimento médio proveniente do auxílio emergencial também aumentou no Piauí e no Brasil. No estado, o valor saiu de R$ 960 em maio para R$ 975 em junho e alcançou R$ 981 em julho, um crescimento de 2,2%. No país, a média passou de R$ 849 em maio para R$ 885 em junho e chegou a R$ 896 em julho, aumento de 5,5%.

Empréstimos 

A pesquisa também mostra que, dos 934 mil domicílios piauienses, houve solicitação de empréstimos em 37 mil (3,9%). Moradores de 31 mil domicílios (83,8%) conseguiram o empréstimo e, em 6 mil (16,2%), a solicitação foi recusada.

Natanael Souza (Com informações do IBGE)
Redacao@cidadeverde.com 

Digiqole ad

Matérias relacionadas