Mais de 21 mil piauienses pediram seguro-desemprego na pandemia

 Mais de 21 mil piauienses pediram seguro-desemprego na pandemia

O número de pedidos de seguro-desemprego cresceu 18% no Piauí durante a pandemia da Covid-19. Entre março e junho deste ano, foram 21.996 requerimentos, de acordo com dados do Ministério da Economia. No mesmo período de 2019, foram registrados 18.060 pedidos de acesso ao benefício.

O mês de maio foi o que apresentou maior número de registros entre os quatro meses de pandemia. Foram 7.071 pedidos, aproximadamente 30% a mais do que o mesmo mês em 2019, quando 4.833 piauienses deram entrada no seguro desemprego.

Já o mês de junho apresentou uma redução no número. Foram 5.305 solicitações de acesso ao seguro desemprego realizadas por piauienses, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Economia.

O balanço também destaca um crescimento do número de requerimentos realizados via internet no Piauí. Das quase 22 mil solicitações, mais de 80% foram por meio do portal do Governo Federal ou através da Carteira de Trabalho Digital.

Na avaliação do Superintendente Regional do Trabalho e Emprego no estado do Piauí, Philippe Salha, apesar do aumento, a situação poderia ser pior, caso os benefícios emergenciais do Governo Federal não tivessem sido ofertados aos trabalhadores.

“Se não houvesse esse benefício emergencial, com certeza esses trabalhadores estariam nas estatísticas do seguro desemprego. A análise que a gente faz é que está ruim, mas poderia estar muito pior. Só não foi pior graças a intervenção do governo federal”, destaca.

Confira a quantidade de solicitações de seguro-desemprego durante a pandemia:

-Março – 4361
-Abril –  5.259
-Maio – 7.071
-Junho  – 5.305

Cidade Verde

Digiqole ad

Matérias relacionadas