Foragido do sistema prisional do Piauí morre em confronto com as polícias civil e militar em Timon

 Foragido do sistema prisional do Piauí morre em confronto com as polícias civil e militar em Timon

Uma operação conjunta realizada pelas Polícia Civil e Militar no final da tarde desta segunda-feira(17/08), na Vila Isabel, resultou na morte de 1  foragido e prisão de mais dois faccionados.

Na ação houve confronto com os policiais, que culminou na morte de Marlyson de Sousa e Sousa, vulgo ‘Playboy’, foragido do sistema prisional do Piauí e indiciado por outros dois homicídios em Timon.

Durante a operação ocorreu ainda, as prisões de Luciano Gomes da Silva, 21 anos, que estava em prisão domiciliar, por conta de benefício cedido em decorrência da Covid-19, e de Francilio Rodrigues dos Santos, 30 anos, que a polícia investiga se está utilizando nome falso.

Investigações apontam que os mesmos eram membros de uma facção de predominância nas Vilas Santa Isabel, Babilônia, e adjacências.

A ação também teve como resultado a apreensão de duas pistolas 380, uma pistola 765, um revólver calibre 38, munições de calibre 380, 38 e 12, seiscentos e sessenta trouxinhas de maconha prensadas, trinta e sete tabletes grandes de maconha, 1 kg de maconha prensada, trezentos e setenta gramas de sementes de maconha, trinta e sete pedras de crack, duzentos e vinte e dois pinos contendo cocaína, trezentos e vinte e cinco gramas de cocaína, três sacolas com centenas de pinos vazios, dois rádios comunicadores, telefones celulares, balanças de precisão e dinheiro em espécie.

Policiais Militares do SUBDIAE, do 11° BPM e Investigadores do Grupo de Pronto Emprego da 18ª Delegacia Regional de Timon estavam investigando o trio há dias e durante a ação na Vila Isabel, em Timon, Playboy sacou uma das pistolas, sendo neutralizado no momento pelas Forças de Segurança. Playboy era tido pela polícia como de altíssima periculosidade

Os dois presos estão sendo autuados na Central de Flagrantes de Timon por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo e serão encaminhado à UPR local onde ficarão à disposição da Justiça.

Via Carta Piauí

Digiqole ad

Matérias relacionadas