Ceará-Número de mulheres que denunciaram violência doméstica no 1º semestre de 2020 caiu 23% do Cear

 Ceará-Número de mulheres que denunciaram violência doméstica no 1º semestre de 2020 caiu 23% do Cear

Na companhia quase que constante de seus agressores, muitas mulheres cearenses tem deixado de denunciar casos de violência doméstica. No primeiro semestre de 2020, o número de denúncias apresentou redução de 23%, quando comparado ao mesmo período de 2019. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), nessa sexta-feira, 7, dia em que a Lei Maria da Penha completa 14 anos de vigência.

De acordo com órgão, foram registrados no Estado 8.594 ocorrências de violência doméstica contra mulher nos seis primeiros meses deste ano, em contraposição a 11.188 casos desse porte denunciados no mesmo período de 2019. Para a delegada Rena Gomes, diretora do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) da Polícia Civil, a queda no índice mostra que mulheres estão procurando menos os órgãos de segurança.

Em contrapartida, o número de denúncias feitas à Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos teve um aumento médio de 14,1% nos primeiros quatro meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Mesmo com o aumento das notificações em nível nacional, os números ainda não refletem totalmente a realidade do país, pois muitas mulheres ainda não conseguiram denunciar seus agressores.

Ceará Agora

Digiqole ad

Matérias relacionadas