Cartão Esperança era realidade e se tornou historia na gestão atual

 Cartão Esperança era realidade e se tornou historia na gestão atual

Quem não lembra do cartão esperança?. Que amenizava a fome e ajudava muitas famílias carentes e movimentava  os comércios nosso município. O projeto de lei municipal de número 13, de 20 de Novembro de 2013. Art. 1 fica criado, no âmbito do Município de Fronteiras Piauí o programa Cartão Esperança destinado às ações de transferência de renda com condicionalidades.

Art. 2 Constituem benefícios financeiros do Programa, observado o disposto em regulamento.

I Beneficio básico: destinado a unidade familiares que se encontram em situação de extrema pobreza;

II Beneficio variável; destinado a unidade familiares que se encontrarem em situação de extrema pobreza e que tenham em sua composição membros com algum tipo de deficiência incapacitante e ou idosos.

Na lei de criação do projeto cartão esperança diz que; Situação de extrema pobreza a família que apresenta renda familiar mensal per capita igual ou inferior a 70,00 rs( setenta reais) e que a famílias que se enquadrarem nos requisitos estabelecidos receberas o valor de 40.00 rs ( quarenta reais ) concedido a famílias em situação de extrema pobreza, e mais, 13.00 ( treze reais ), concedido aa família que, além da situação de extrema pobreza, contenham em seu núcleo familiar pessoas idosas ou com deficiência incapacitante, podendo ser acumulado em máximo de 02 ( dois ) benefícios variáveis , desde que o fato gerador seja distinto.

Segue relatos de uma ex beneficiária do cartão esperança;

Meu nome é M.B. S, sou mãe de família, tenho 4 filhos, moro no bairro Mutirão, tenho filho deficiente e o cartão esperança era um complemento de grande importância para minha família, com valor que recebia comprava arroz e remédio para meu filho, o arroz dava o mês inteiro era uma ajuda certa que eu tinha, hoje eu não posso mais contar com essa ajuda, a prefeita que ai está  tirou da boca dos meus filhos e da minha família essa renda extra que servia muito, não sei qual a razão uma pessoa que se intitula de mãe da pobreza faz uma maldade tão grande cancelando ajuda e acabando com o cartão esperança  um beneficio que era fundamental para nos famílias de baixa renda, estou emocionada e fico com coração partido porque hoje eu não tenho nada para fazer de alimentos para meus filhos, o remédio do meu filho há dias que não toma, quero pedir a todas que me ajude, estou passando fome com meus filhos, povo de fronteiras preciso da ajuda de todos, me ajude por favor. Obrigada.

Finalizo aqui essa matéria convocando as famílias de Fronteiras para realizar uma Campanha de arrecadação de alimentos, a compra dos remédios para serem doados as pessoas carentes de nossa cidade. Quero aqui pedir ajuda de todos.

Fonte: Adão Silva

Digiqole ad

Matérias relacionadas